Costa e Silva de Herói a Bandido!

Busto de Artur da Costa e Silva, Ex-Presidente e agora Ditador, foi Criminosamente derrubado por Governador Petista e levado para um museu e será acompanhado de uma cópia do relatório da Comissão da “Verdade”.

Costa e Silva de Herói a Bandido!

Para Iniciar este Artigo gostaria de Expressar minha Indignação não com estes Bandidos que estão a todo custo Invertendo os Valores Morais e Éticos deste País e sim com os Militares do Alto Comando das FFAA, parece que não tem Homem nesta joça para tomar uma atitude? Vão deixar acabar com nossos Heróis do Passado? Hoje são eles e depois Serão vocês!

História Real de Costa e Silva

Artur da Costa e Silva foi um militar e político brasileiro, sendo o Vigésimo Sétimo Presidente brasileiro, o Segundo do Regime Militar.

Nascido em Taquari, no interior do Rio Grande do Sul, Costa e Silva era marechal do Exército Brasileiro quando assumiu a presidência da república e já havia ocupado o Ministério da Guerra no governo anterior, do marechal Castelo Branco.

Seu governo iniciou a fase mais dura e brutal do regime militar, à qual o general Emílio Garrastazu Médici, seu sucessor, deu continuidade.

Sob o governo Costa e Silva foi promulgado o AI-5, que lhe deu poderes para fechar o Congresso Nacional, cassar políticos e acabar de vez com o Comunismo no Brasil, visto que no seu governo houve um aumento significativo das atividades subversivas. Essa repressão ocorreu por meios legais e ilegais, como torturas contra militantes de esquerda.

Costa e Silva e Dilma Rousseff

Durante a campanha para a presidência da República, Costa e Silva escapou por pouco do atentado no Aeroporto Internacional dos Guararapes, Recife, em 25 de julho de 1966, onde era esperado por cerca de trezentas pessoas. O ataque terrorista realizado pela Var Palmares cujo Dilma Rousseff era uma das Lideres produziu vários mortos e feridos, dentre os quais foi assassinado o Vice-Almirante reformado Nelson Gomes Fernandes, ficando conhecido como o Atentado dos Guararapes. Costa e Silva nada sofreu, pois naquele dia seu avião entrou em pane em João Pessoa e ele se dirigiu para Recife de automóvel.

Na Presidência da Republica!

No dia de seu aniversário, em 3 de outubro de 1966, Costa e Silva foi eleito presidente da República pelo Congresso Nacional, obtendo 294 votos. Foi candidato único pela ARENA. O MDB se absteve de votar. Tomou posse em 15 de março de 1967em meio a grandes expectativas quanto ao progresso econômico e a redemocratização do país. Nesse mesmo dia, entrou em vigor a Constituição de 1967, deixando de vigorar, a partir daquele dia, os quatro atos institucionais (AIs) baixados por Castelo Branco.

Principais Feitos de Costa e Silva

1- Extinguiu a Frente Ampla, movimento de oposição que reunia políticos do período pré-64.

2- Combateu a inflação.

3- Revisou a política salarial.

4- Ampliou o comércio exterior.

5- Iniciou uma reforma administrativa e expandiu as comunicações.

O Brasil passava por um profunda crise no sistema de transportes, problemática que recebeu a máxima atenção em seu governo , ao lado do Plano Nacional de Habitação, mas não resolveu os problemas da Educação.

Em 4 de agosto de 1967, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.

Politicamente, porém, a situação se tornava mais tensa. Em 26 de junho de 1968, membros da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR) lançaram um carro-bomba contra o quartel-general do II Exército, em São Paulo. Mário Kozel Filho, soldado que era sentinela naquele momento, dirigiu-se ao carro e morreu quando a carga de dinamite explodiu. Foram feridos gravemente outros seis militares. “Este Grupo é o Mesmo VAR Palmares de Dilma Rousseff” Ainda em 1968, a morte do estudante secundarista Edson Luís em um confronto com a polícia provocou a Passeata dos Cem Mil, no Rio de Janeiro. A situação política agravou-se ainda mais em agosto, quando o deputado Márcio Moreira Alves recomendou, num discurso, que as moças se recusassem a dançar com cadetes em protesto contra o regime militar. O governo pediu licença ao Congresso Nacional para processar o deputado, mas o pedido foi negado. Costa e Silva convocou então o Conselho de Segurança Nacional e, no dia 13 de dezembro de 1968, editou o AI-5, que lhe dava poderes para fechar o Parlamento, cassar políticos e institucionalizar a repressão está foi uma Atitude Ditatorial, porém para mostrar que seu Objetivo não era Obter o Poder para si e sim libertar o País do Comunismo importado de Cuba o Próprio Costa e Silva Em maio de 1969, fizera anunciar a convocação de uma comissão de juristas para elaborar uma reforma política, por meio de emenda constitucional que incluiria a extinção do AI-5, voltando a ter plena vigência a Constituição de 1967 – aquela que havia institucionalizado o regime militar e que entrou em vigor no dia da posse de Costa e Silva, 15 de março de 1967.

Costa e Silva Hoje

Hoje o Herói que combateu o Comunismo “Ditadura do Proletariado” foi colocado como Vilão simplesmente porque quem estão no Poder hoje são os Terroristas que tentaram Matar Costa e Silva no Aeroporto Internacional dos Guararapes, os Mesmos que mataram o Jovem Soldado Mário Kozel Filho.

Crime contra a Verdade

Quero saber se os bananas que se dizem Generais vão parar de Brincar de Teatro e vão tomar uma Posição de Homem e parar esta palhaçada!

E o Povo Brasileiro que grita, chora e quase morre quando um atleta quebra a perna ou simplesmente sofre uma lesão vão deixar rasgar nossa História e reescrever as mais escabrosas mentiras contra nossos Verdadeiros Heróis? Aqueles que Mataram e Morreram na Luta por um País melhor!

Prova que foi Ordem de Dilma Rousseff

A divulgação do relatório final da Comissão Nacional Verdade (CNV) foi o ponto decisivo para a retirada da estátua do Ex-Presidente Arthur da Costa e Silva do principal ponto turístico de Taquari, cidade natal de Costa e Silva. Com auxílio de uma máquina retroescavadeira, a prefeitura derrubou o busto que ficava na Lagoa Armênia, desde 1976, na tarde desta terça-feira.

Segundo o prefeito Emanuel Hassen (PT), conhecido como Maneco, o relatório comprovou as “atrocidades” cometidas pelo presidente, que não merece uma homenagem na Lagoa.

— É o principal ponto de manifestações culturais da cidade, e a gente sabe que a ditadura foi contra qualquer manifestação, seja de música, dança ou arte. Não tinha mais sentido ficar ali — justifica Maneco.

Agora a Contradição, se este Maldito derruba o Principal ponto das Manifestações da Cidade! Quem ele ou Costa e Silva que é contra as Manifestações?costa e silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *