Crescer sem destruir os outros!

Falam muito em sustentabilidade, porém o que vemos é tudo da boca para fora. Em resumo, matam os gansos para fazer travesseiros de penas.

A COOPERATIVA teve uma brilhante ideia a cerca de 3 anos que foi a criação de uma UNIDADE DE REFERÊNCIA OBSTÉTRICA. Assim foi feito. Na Maternidade do Povo foi criado um PLANTÃO MÉDICO para os mais chegados, melhorias na UTI NEONATAL , SALAS DE PARTO, PRÉ PARTO e outras melhorias.

O SERVIÇO ia de vento em popa. Uma ideia muito boa, tanto que o PROJETO DO PARTO ADEQUADO referenciou o serviço e saiu no site do Ministério da Saúde como na época o único serviço que preenchia os requisitos do programa.

Outro dia, ia passando pela recepção, pois não faço parte da equipe de plantonistas, e enquanto fazia uma solicitação de guia de internação para uma longa madrugada acompanhando uma paciente em trabalho de parto escutei que alguns COOPERADOS tinham sido contatados por uma DIRETORA e que queriam levar o SERVIÇO para um outro hospital que em breve inauguraria sua nova maternidade. A DIRETORA que já havia trabalhado nesta maternidade fez o convite e a maioria parece que queria mudar de lar.

Não escutei mais a conversa da reunião pois acabei de preencher o documento e segui em frente.

Apenas faço a seguinte observação. A melhor maternidade do mundo tem que estar longe das mazelas infeciosas e contaminantes que encontramos nos hospitais gerais. Se você quer realmente oferecer segurança ao seu paciente, comece evitando os riscos biológicos, pois recursos, hoje as UTIs móveis te levam a qualquer lugar imediatamente.

O nome disso é respeito, pois todos nós ficaremos obsoletos e não tem como melhorar ou reformar. Upgrades somente da mente enquanto ela funcionar, pois no ser humano não existe esta facilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 12 =